Globedia.com

×
×

Error de autenticación

Ha habido un problema a la hora de conectarse a la red social. Por favor intentalo de nuevo

Si el problema persiste, nos lo puedes decir AQUÍ

×
cross

Suscribete para recibir las noticias más relevantes

×
Recibir alertas

¿Quieres recibir una notificación por email cada vez que Star.med.br escriba una noticia?

CNES: o que é, como fazer e importância

30/08/2021 13:10 0 Comentarios Lectura: ( palabras)

CNES é a sigla para Cadastro Nacional de Estabelecimento de Saúde e foi criado com o objetivo de unir e organizar as informações das unidades de saúde do Brasil

Todo profissional que se relaciona com a administração de clínicas e estabelecimentos de saúde já deve ter ouvido falar sobre o CNES. Isso porque este é um cadastro importante que todo estabelecimento de saúde deve ter.

CNES é a sigla para Cadastro Nacional de Estabelecimento de Saúde e foi criado com o objetivo de unir e organizar as informações das unidades de saúde do Brasil.

Basicamente, essa é uma base de dados do estado brasileiro importante que ajuda a se ter uma melhor compreensão da dimensão e capacidade dos serviços de saúde realizados no país.

Entretanto, nem todo mundo sabe o que é necessário para realizar o cadastro. Sendo assim, reunimos neste conteúdo algumas informações importantes a respeito do CNES.

 

1. O que é o CNES?

O CNES é um cadastro que possui informações sobre todos os estabelecimentos privados ou públicos de saúde no Brasil, criado pelo Ministério da Saúde a fim de ter uma gestão eficaz do SUS.

Um estabelecimento de saúde só é reconhecido de tal forma se ele oferece algum serviço médico-hospitalar ou terapêutico. A partir disso, consideram-se as categorias: hospitaisclínicas consultórios. Ou seja, temos aqui alguns exemplos como consultórios e clínicas de dentistas, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, entre outros.

De acordo com o Ministério da Saúde, o CNES é uma base de dados para que se possa visualizar um cenário com mais detalhes sobre as operações das instituições de saúde brasileiras, visto que elas atuam na saúde e qualidade de vida das pessoas. Também é uma maneira de fazer com que os estabelecimentos tenham a visão necessária de si e de sua infraestrutura, para que consigam ter um melhor planejamento e tenham uma melhor tomada de decisão.

O CNES reúne informações sobre:

  • equipes;
  • profissionais;
  • unidades de saúde;
  • infraestrutura;
  • leitos disponíveis;
  • tipos de serviços prestados;
  • entre outras.

 

2. Como surgiu?

como surgiu o cnes

Inicialmente, o CNES foi criado pela Portaria n° 403/SAS/MS, em 20 de outubro de 2000. Entretanto, o cadastramento das instituições só passou a funcionar em outubro de 2005.

Sendo assim, por meio de sugestões vindas da sociedade, dos profissionais e também gestores de saúde, a comissão responsável pelo CNES normatizou os requisitos para cadastramento de hospitais, clínicas e consultórios do país.

Dentre os objetivos iniciais do CNES, conseguir ser uma base para operacionalizar os sistemas de informações em saúde está em destaque. Além desse, tem como ofício:

  • Automatizar o processamento de coleta de dados entre estados e municípios;
  • Apoiar o planejamento das ações em saúde no país;
  • Oferecer transparência sobre as infraestruturas e a capacidade dos locais/estabelecimentos de saúde;
  • Conceder o controle de custeio de ações pelo Ministério da Saúde;
  • Promover a integração entre outros sistemas do SUS;
  • Dar foco para o potencial assistencial do país.

 

3. Quais informações são disponibilizadas?

Os tipos de informações existentes no CNES vão de informações simples como endereços, localização, até dados sobre o responsável pelo estabelecimento de saúde. Sendo assim, na hora de realizar o preenchimento de cadastro, é necessário a indicação do tipo de atendimento prestado pelo estabelecimento, tais como exemplo:

  • ambulatorial;
  • internação;
  • exames;
  • serviços especializados;
  • serviços de apoio;
  • entre outros.

Além disso, também entram na lista de informações importantes os profissionais contratados pelo local,  registro na CBO e carga horária.

Para acessar uma lista mais detalhada sobre o tipo de informação que se pode encontrar, basta acessar o site do DATASUS.

Leia mais em: CNES: o que é, como fazer e importância (star.med.br)

 

Leia também: 

Telemedicina: o que é, regulamentação e +5 subespecialidades (star.med.br)

Telerradiologia: o que é, como funciona, regulamentação e tipos de exame (star.med.br)

 


Sobre esta noticia

Autor:
Star.med.br (22 noticias)
Visitas:
5178
Tipo:
Opinión
Licencia:
Copyright autor
¿Problemas con esta noticia?
×
Denunciar esta noticia por

Denunciar

Etiquetas
Lugares

Comentarios

Aún no hay comentarios en esta noticia.